quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

ORTIGUEIRA - Secretário de Administração desabafa contra a Klabin

                       BERIMBALADAS                      
Ele acusa a empresa de arrecadar milhões, ser beneficiada por incentivos fiscais, mas buscar mão de obra de outras cidades e ainda gerar um problema social para Ortigueira 
Veja declarações de Altair Campos, o "Tatu"
O Secretário de Administração da Prefeitura de Ortigueira: Altair Campos de Sousa, que também é marido da prefeita Lourdes, divulgou uma nota em sua rede social para esclarecer o montante recebido pelo Paço Municipal, pago em impostos pela empresa Klabin, considerada a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil. Segundo ele, não é uma cifra milionário, como uma meia dúzia de opositores tem divulgado. Ele também alega que em 2012, o ex-prefeito, concedeu um benefício, por meio de decreto, que foi o desconto de 90% do ISS - Imposto Sobre Serviço, por 20 anos, e que tal atitude, pode ter sido um erro. As declarações de Altair, vem ao encontro das denúncias que já fizemos contra a Klabin, que em alguns casos, representa atraso e não o desenvolvimento. Veja a nota na íntegra: "Para que todos possam term uma ideia, no ano de 2016, todo o recolhimento de impostos da Klabin, somaram os seguintes valores: Em 2013 - R$321.292.95; 2014 - Valor de R$5.910.049.62; 2015 - R$12.973.815.49 e 2016, o valor de R$ 7.566.787.27, totalizando R$ 26.771.943.00; mas se considerarmos e aplicássemos a alíquota de 5%, teriam que recolher aos cofres públicos o montante de R$ 267.719.430.00 (267 milhões). Então vejam bem ortigueirenses qual foi o incentivo que deram a empresa Klabim em 4 anos, sem contar que este benefício e para vinte anos. Ainda tivemos outras isenções com a taxa de alvará de construção, ITBI, taxa de vigilância sanitária e outras. Acreditamos isto geraria oportunidades aos cidadãos ortigueirenses, uma vez que a Klabim já tem uma indústria em Telêmaco Borba. Mas infelizmente em Ortigueira isto não aconteceu. Atualmente menos de 10% de toda a mão de obra da fábrica são ocupadas por ortigueirenses. Mas acredito que quando faram concedidos estes benefícios, os administradores da época, achavam que iriam colher frutos para nossa cidade. Só no fator chamado impostos, levaram uma vantagem em mais de 241.000.000.00. (Duzentos e quarenta e um milhões de reais) Os ortigueirenses que sonhavam com a vinda desta indústria, terão que continuar sonhando. Sem contar que este projeto trouxe várias pessoas de toda parte do Brasil, e algumas ficarão por aqui, causando mais desemprego, onerando a saúde e assistência social. Nem os serviços braçais e gerais usam de nosso município, uma verdadeira retaliação. A população, ou você, que está vendo está publicação, conhece alguma empresa que presta serviços a Klabim, além da Agroroque. Em Ortigueirense esta empresa detém mas de 35% de todas as terras do nosso município, e por incrível que pareça, as melhores terras do nosso município estão no domínio deles. Foram muitos anos de espera, porque por dezenas de anos exploraram o nosso município, detonaram nossas estradas, até dias atrás ainda carregavam seus bi trens encima de nossas principais vias. Falando em bi trens, preste atenção nos caminhões, todos eles são de placas de outros municípios e muitos de outros Estados. Recolhem seus impostos como o I.PVA para outros municípios. Todos produtores pagam I. T.R. Mas até hoje, em 4 anos a frente deste município, nunca vi ou presenciei um centavo deles neste tipo de arrecadação. Ainda sem contar que houve uma divisão de impostos no caso do I. C.M.S, onde nossa Ortigueira ficará com 50% e os outros 50% serão divididos com os outros município em torno deste projeto. Plausível, mas porque isto não aconteceu com Telêmaco no passado. Nesta partilha de divisão dos impostos, o município de Telêmaco também entrou. Não posso negar o que a klabim fez em nosso município, alguns investimentos sociais, mas só fez por conta de uma obrigação contratual, junto ao banco de desenvolvimento, o B.N.D.S. Muitos acham que tudo que se faz aqui em Ortigueira, é por conta da poderosa Klabin, mas não é. Estou muito preocupado com a população e a empresa sabe, porque já levei os problemas ao conhecimento dela. Não podem nem me ver, que já falam: - não podemos, não dá ou tenha paciência. Mas estou assustado com o número de pessoas desempregadas em nosso município. Fizemos um PSS para contratações de alguns cargos, menos de 30 vagas, e tivemos mais de 1.330 inscrições. É com vocês ortigueirenses, a minha parte estou fazendo", Assinado Altair Campos, o "Tatu". ESTAMOS DE OLHO, e com a palavra, a Klabin, que dificilmente responde nossos emails e contatos.

2 comentários: