terça-feira, abril 19, 2011

ASSALTO A ÔNIBUS – MANDAGUARI e APUCARANA

Ladrões atiram em ônibus e assaltam passageiros em Mandaguari
O Jornal O DIÁRIO DE MARINGÁ - destaca nesta terça-feira, o casa de um ônibus com 23 passageiros foi assaltado por volta da 1h da madrugada desta terça-feira (19), enquanto transitava pela PR-444, em Mandaguari (a 37 km de Maringá). Quatro ladrões deram dois tiros no veículo e roubaram cerca de R$ 20 mil das vítimas. Ninguém ficou ferido. Conforme o subtenente Landoulfo Moreira, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o ônibus, da empresa Brasil Sul, fazia a linha Brasília (DF) a Foz do Iguaçu. Ele foi abordado em Mandaguari por quatro homens que estavam em dois veículos: um Gol branco e outro vermelho. Os ladrões atiraram na roda dianteira esquerda e no para-brisa do lado do motorista, obrigando-o a parar o ônibus. Os bandidos entraram no veículo e o fizeram passar pelo pedágio de Mandaguari, entrar pela BR-376 e próximo à Aquidaban, entrar por uma estrada secundária, onde foi efetuado o assalto. Após roubarem carteiras, celulares e vários pertences dos passageiros, os ladrões trancaram parte das vítimas no porta-malas e fugiram. As testemunhas viram apenas que os bandidos sumiram na escuridão da noite e não sabem se havia algum carro a espera deles. "Acreditamos que o veículo estava escondido para que ninguém o reconhecesse", ressalta o subtenente Landoulfo. A PRE foi avisada do assalto perto das 5h. O ônibus e os passageiros foram levados até a delegacia de Mandaguari, onde registraram a ocorrência e foram liberados para concluir a viagem até Foz do Iguaçu.
APUCARANA - Dois assaltos na mesma madrugada - Na mesma noite, um ônibus de turismo, que vinha de Foz do Iguaçu, foi assaltado em uma estrada rural de Caixa de São Pedro, distrito de Apucarana (a 65 km de Maringá). Os passageiros ficaram presos no bagageiros, mas não houve feridos . A PRE investiga se os dois assaltos foram cometidos pela mesma quadrilha. "Se não for a mesma quadrilha é uma coincidência muito grande, pois os roubos aconteceram em locais e horários muito próximos", afirma o tenente Cristian Nogueira Gomes, da PRE de Maringá. A Polícia Civil de Mandaguari deve investigar a situação. ( O DIÁRIO DE MARINGÁ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário